Clicky

Notícias Doutorado em Administração


Inteligência emocional para gerenciar emoções

A inteligência emocional colabora para um bom gerenciamento das emoções
A inteligência emocional colabora para um bom gerenciamento das emoções

A inteligência emocional é a capacidade de entender e gerenciar as emoções de maneira positiva, comunicar de forma eficaz, ser empático com os outros, superar desafios e resolver os conflitos. Se você tem uma alta inteligência emocional você é capaz de reconhecer o seu próprio estado emocional e o dos outros, e usar essa compreensão para se relacionar melhor com as pessoas. A capacidade de transformar relações ruins em saudáveis, ajuda também a obter sucesso no trabalho e a levar uma vida mais equilibrada.

Para ter sucesso na inteligência emocional você deve reconhecer suas próprias emoções e como elas afetam seus pensamentos e comportamento, conhecer seus pontos fortes e fracos, e ter autoconfiança.

Precisa ser capaz de controlar os sentimentos e comportamentos impulsivos, controlar seus sentimentos de maneira saudável, tomar a iniciativa, acompanhar, através de compromissos, e adaptar-se às novas circunstâncias.

É necessário entender as emoções e preocupações de outras pessoas, se sentir confortável socialmente, e reconhecer as dinâmicas de poder em um grupo ou organização. Saber como desenvolver e manter boas relações, comunicar com clareza, inspirar e influenciar os outros e trabalhar bem em equipe também são características de uma pessoa com a inteligência emocional bem desenvolvida

Mas, por que a inteligência emocional é tão importante?

Como sabemos, nem sempre as pessoas mais inteligentes são as mais bem-sucedidas e realizadas. Você deve conhecer pessoas que são altamente instruídas no entanto não são muito sociáveis no trabalho ou nas relações pessoais.

Sua formação acadêmica pode ajudá-lo nos estudos, mas é a sua inteligência emocional que o auxiliará no domínio das emoções quando precisar passar por provas e exames, por exemplo. A inteligência emocional pode serve para a pessoa saber lidar facilmente com o ambiente social do local de trabalho, liderar e motivar os outros, e se destacar em sua carreira. Na verdade, quando se trata de selecionar os candidatos, ter a inteligência emocional bem desenvolvida acaba sendo tão importante quanto a capacidade técnica para o cargo.

O desenvolvimento da inteligência emocional ajuda a tornar as pessoas em seres mais equilibrados, em alguém que escolhe influenciar o ambiente, a se deixar influenciar por ele, em um indivíduo que decide controlar suas emoções em vez de permitir que outras pessoas as controlem, e que age de maneira equilibrada com os outros, transmitindo segurança, transparência e confiança.